tratamento para queda de cabelo

Tudo sobre queda de cabelo feminino

A queda de cabelo em mulheres tornou-se um problema comum, qualquer que seja a sua idade. A situação normalmente é uma experiência traumática e deprimente, já que para a grande maioria das mulheres, é o link com a sua identidade feminina.

cabelo caindo mulher

Enquanto algumas causas são inevitáveis, outras são causadas por alimentos que comemos e os produtos químicos que utilizamos em nosso cabelo.

De acordo com a Academia Americana de Dermatologia, cerca de 40 por cento da população feminina vai experimentar perda de cabelo visível até os 40 anos de idade. Fato é, que a maioria das mulheres vai ter que encarar essa situação em algum momento de suas vidas.

Em média, as mulheres têm entre 100.000 a 150.000 fios de cabelo na cabeça. Aproximadamente 90 por cento do seu cabelo estão no ciclo de crescimento, enquanto que 10 por cento está caindo. O cabelo cresce em um ciclo de três fases distintas:

  • A fase anágena é a fase de crescimento ativo, que controla quanto tempo o seu cabelo é capaz de crescer. Ela pode durar de três a sete anos, em média, e é determinada geneticamente.
  • A fase catágena é uma fase intermediária onde o cabelo velho começa a se separar da parte viva do cabelo.
  • A fase final, a fase telógena, é considerado o ciclo de repouso em que as vertentes de cabelo antigas e da papila de cabelo descansam. Essa fase dura cerca de três meses antes de se tornar ativo novamente, resultando em crescimento de cabelo novo.

Excessiva queda diária de cabelo em mulheres, ocorre quando um desequilíbrio interno ativa uma transição prematura para mover da fase de crescimento anágena para a fase de queda.

Isso pode resultar em até 300 fios de cabelo que estão sendo perdidos por dia.O valor normal médio é de 80 a 100 fios de cabelo por dia.

Os fatores mais comuns são anemia, deficiência de ferro, a falta de proteína na dieta, perda de peso rápida, distúrbios da tireóide e desequilíbrios hormonais.

Leia também: O que é Peeling Químico

Principais causas de perda de cabelo em mulheres

  • Genética
    A predisposição genética de equilíbrio e desequilíbrio hormonal, juntamente com a conversão de testosterona em di-hidrotestosterona (DHT), são as causas da perda de cabelo. Ao contrário da crença popular, predisposição genética para a perda de cabelo pode ser herdada tanto pelo lado materno quanto pelo lado paterno.
  • Stress e trauma
    O stress produz o aumento dos níveis de testosterona, que se converte em DHT e interrompe o ciclo de crescimento do cabelo. Estresse e trauma também podem diminuir o fornecimento de sangue para os capilares, causando uma falta de oxigênio, bem como diminuição de absorção de nutrientes e vitaminas pelos fios de cabelo.
  • Nutrição e dieta
    A má nutrição, perda de peso rápida, um alto consumo de gorduras animais e deficiências em biotina, ferro, proteínas e zinco podem reduzir a absorção  de vitaminas e aminoácidos vitais necessários para o crescimento do cabelo. Se você não incluir proteína suficiente em sua dieta, seu corpo pode entrar em modo de fome e desativar o crescimento do cabelo. Isto pode ocorrer cerca de dois a três meses depois de uma queda no consumo de proteinas.
  • Excesso de vitamina A
    Talvez você só começou a tomar um novo multivitamínico, ou iniciado um suplemento contendo vitamina A. Você pode ter elevado os seus níveis de vitamina A, o que pode provocar a perda de cabelo.
  • Baixos índices de injestão de gordura
    Se você estiver com baixo teor de gordura na sua dieta, você pode estar consumindo menos calorias, nutrientes e mais hidratos de carbono do que o seu corpo necessita. Mais importante, pode estar faltando ácidos graxos essenciais, ômega 3 e 6, que nutrem o couro cabeludo e estabilizam o crescimento do cabelo. O estresse de restringir um macronutriente, como a gordura (ou carboidratos ou proteínas) pode forçar mais fios de cabelo a entrar na fase telógena. Semelhante ao estado de baixa da tireóide, o seu corpo recebe a mensagem para racionar; não existe combustível suficiente para suportar a fase de crescimento.
  • Saúde
    Doenças da tireóide, bem como os efeitos colaterais dos medicamentos usados para tratar essas doenças, são as causas mais comuns da perda de cabelo relacionados a problemas de saúde.
    Rápida queda de cabelo pode ser um sinal precoce de um problema de tireóide, muitas vezes diagnosticada pela primeira vez no salão de beleza. Além de desgaste e queda, seu cabelo pode tornar-se grosso, seco e facilmente emaranhado.
    Este tipo de perda de cabelo em geral irá se desacelerar e, eventualmente, parar uma vez que seus níveis hormonais são estabilizados. Mas às vezes o problema pode persistir mesmo após o tratamento, especialmente se você estiver tomando levotiroxina, um hormônio sintético frequentemente utilizado para tratar hipotireoidismo. A perda de cabelo excessiva ou prolongada é um efeito colateral conhecido da droga.
  • Alopecia Androgenética
    Este é o tipo mais comum de perda de cabelo e afeta 30 por cento da mulheres.
    Às vezes as mulheres com alopecia androgenética tem síndrome do ovário policístico (SOP). Sinais e sintomas típicos são cistos ovarianos, menstruação irregulares, ganho de peso, problemas de açúcar no sangue, infertilidade e perda de cabelo. O problema pode ser exacerbado em alguns pacientes que usam medicamentos para problemas de tireóide. Aproximadamente 22 por cento das mulheres com SOP têm alopecia androgênica.
    A boa notícia é que muitas vezes você pode parar e até reverter os sintomas de perda de cabelo uma vez que você equilibrar seus hormônios.
  • Medicação
    Desde medicamentos para controle de natalidade até esteróides anabolizantes, bem como medicamentos para pressão arterial, diabetes, coração e acne, podem causar queda de cabelo temporária ou permanente.
  • Meio Ambiente
    Os poluentes presentes no ar e da água, bem como a exposição ao cloro, metais e minerais, podem levar a desequilíbrios hormonais que podem contribuir para a perda de cabelo. Exposição aos raios UV e radicais livres também pode envelhecer prematuramente as células do couro cabeludo e danificar a haste do cabelo.
  • Gravidez
    As mudanças hormonais durante a gravidez podem levar à perda de cabelo temporária, que pode durar de seis meses a até um ano após o parto. Aproximadamente 50 por cento das mulheres sofrem de perda de cabelo cerca de 6 a 10 semanas após o parto ou após a interrupção da amamentação.
    Mulheres na menopausa também podem experimentar a perda de cabelo devido a mudanças hormonais.
  • Envelhecimento
    Infelizmente, à medida que envelhecemos, os nossos fios podem deteriorar-se e causar a perda de cabelo.

tratamento para queda de cabelo

Tratamentos para queda de cabelo em mulheres

Tratamento de perda de cabelo como resultado de desequilíbrio da tireóide, síndrome de ovário policístico e outras condições médicas de longa data, podem ser mais complicados, e deve-se procurar o conselho de seu médico.

  • Minoxidil pode ser uma escolha eficaz para mulheres com queda de cabelo geneticamente orientado. Minoxidil pode ajudar a retardar o processo de perda de cabelo em algumas mulheres. Ele funciona através da melhoria dos níveis de potássio nos capilares que alimentam o fio de cabelo, e às vezes pode ajudar a reduzir a queda de cabelo. Os pesquisadores não sabem todas as razões porque minoxidil funciona, mas ajuda a aumentar o fluxo sanguíneo e estimula o crescimento. Lembre-se, no entanto, que pode demorar pelo menos dois meses para despertar um fio de cabelo dormente, levando a um novo crescimento.
  • Transplante de cabelo pode ser muito eficaz e também ter um aspecto extremamente natural quando feito por um médico experiente.
  • Injeções de cortisona. Elas suprimem o sistema imunológico do corpo para que ele não ataque os fios de cabelo. Em certos casos, pode ser eficaz. O tratamento pode ser doloroso, no entanto, e não há garantia de que vai funcionar.
  • Tratamentos a laser, podem ser uma escolha eficaz. Eles funcionam através da bioestimulação, onde os rios infra-vermelhos, estimulam as células do cabelo e da pele, através do couro cabeludo. Esse tratamento pode levar até dois meses para começar a dar resultados. Você também deve continuar a usar o laser como manutenção, a fim de manter os resultados. Combinando tratamentos a laser com produtos tópicos, muitas vezes apresenta melhores resultados.
  • A terapia com células-tronco ainda está em fase experimental. Alguns médicos estão agora a injeção de nutrientes e / ou as células-tronco no couro cabeludo, alegando que ele pode tratar a perda de cabelo, mas mais uma vez que pode ser caro para a mulher média”, diz Blaisure.
  • Tratamento de plasma rico em plaquetas. Utiliza suas próprias plaquetas do sangue, um tipo de célula sanguínea, para estimular as células a crescer o cabelo. Depois que o sangue é tirado, o sangue é colocado em uma máquina que separa seus diferentes componentes. As plaquetas extraídas são então tratadas e injetadas em seu couro cabeludo. Como a terapia com células-tronco, este procedimento ainda está em sua fase inicial de pesquisas e testes

Utilizando o próprio cabelo

  • Invista em um bom corte de cabelo que irá camuflar as áreas de desgaste.
  • As perucas são outra grande solução para esconder a perda de cabelo.

Alguns exames que seu médico pode requerer:

  • Hemograma completo (uma medida de saber se você está anêmica e seu sistema imunológico está funcionando)
  • A ferritina (o teste mais sensível para os estoques de ferro em seu corpo)
  • Tireóide (TSH), T3 livre, T4 livre, e, possivelmente, T3 reverso.
  • Cortisol, livre e metabolizado
  • Insulina em jejum e glicose
  • A testosterona (testosterona total e livre em mulheres com perda de cabelo)

Minoxidil

Comprar Minoxidil na farmácia

No Brasil você encontra a loção e comprimido pelos nomes comerciais:

  • Rogaine (ou Regaine): Solução tópica em spray, conta-gotas ou refil. Tem o Rogaine 2% para mulheres e Rogaine 5% para homens.
  • Loniten: Versão do Minoxidil 10% em comprimido.
  • Aloxidil: Solução capilar comercializado pela Theraskin.

Os preços dos produtos acima variam entre R$31,00 e R$140,00.

Como usar Minoxidil

Depois de se decidir pelo uso minoxidil diáriamente, é recomendado tirar algumas fotos para efeitos de comparação futura.

  • Verifique se o seu cabelo está seco antes de começar aplicação.
  • Aplicar a dose no couro cabeludo (2 por cento ou 5 por cento).
  • Lave as mãos imediatamente após a aplicação, pois pode manchar sua roupa e roupas de cama.
  • Deixe secar por 2 a 4 horas. Não usar shampoo, produtos de cabelo em geral, ou usar secador durante quatro horas.
  • Aplique duas vezes por dia ou como recomendado pelo seu profissional de saúde.

Então espere pacientemente por quatro meses e veja o seu cabelo crescer. Infelizmente, esta não é uma cura definitiva. Ao deixar de usar minoxidil, a queda de cabelo pode voltar, a menos que se tenha corrigido a causa original.
Minoxidil tem sido usado por mais de trinta anos.

Artigo relacionado: Tratamento para queda de cabelo masculino

Em São Paulo, recomendamos dermatologistas especialistas em queda de cabelo nos links abaixo:

http://perdizes.dermatologistaespecialista.com.br/

http://pinheiros.dermatologistaespecialista.com.br/

http://morumbi.dermatologistaespecialista.com.br/

http://vilaolimpia.dermatologistaespecialista.com.br/